quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Rádio Meia Ponte


Inauguração do estúdio da Associação Radio Clube e Jornal Meia Ponte, 87,9 FM, a primeira Comunitaria do Estado de Goiás e 2ª do Brasil. Em dezembro de 2001.

A emissora funciona até hoje, sempre com a participação popular e com os mais variados programas - entrevistas, modão de viola ao vivo, culinária, transmissão de futebol etc.

Uma particularidade interessante é que o pirenopolino, para diferenciar a emissora do aparelho de rádio, começou a chamá-la de "a rádia". Essa nome pegou e continua a ser usada até os dias atuais.

Adriano Curado

4 comentários:

  1. Oi boa noite. Vcs deveria ter a rwadio online tb.
    Fica a dica, pois a radio é mt boa!

    ResponderExcluir
  2. É preciso se fazer justiça ao cartunista Oscar, do coletovo Radio Livre, que foi quem levou o primeiro equipamento de transmissão pirata para a cidade de Pirenópolis, chamada Rádio Jornal Meia Ponte. Eu era do coletivo e estive ao lado dele nessa luta.
    Quando a rádio foi lacrada pelo antigo Dentes, do Ministério das Comunicações, depois de uma denúncia de um prefeito do DEM, que não me lembro o nome, eu trabalhava na Câmara dos Deputados e conseguimos realizar um audiência pública na Comissão de Comunicação, na Câmara, para tratar do lacra mentor da Rádio Jornal Meia Pont.
    Foi nessa audiência pública que nasceu a ideia de se fazer rádios de baixa potência, que viriam a ser as rádios comunitárias. O projeto de lei foi aprovado e ei-las espalhadas Brasil afora.
    Laurez Cerqueira
    Escritor e jornalista
    www.laurezcerqueira.com.br

    www.oscartunista.com.br

    ResponderExcluir
  3. É preciso se fazer justiça ao cartunista Oscar, do coletovo Radio Livre, que foi quem levou o primeiro equipamento de transmissão pirata para a cidade de Pirenópolis, chamada Rádio Jornal Meia Ponte. Eu era do coletivo e estive ao lado dele nessa luta.
    Quando a rádio foi lacrada pelo antigo Dentes, do Ministério das Comunicações, depois de uma denúncia de um prefeito do DEM, que não me lembro o nome, eu trabalhava na Câmara dos Deputados e conseguimos realizar um audiência pública na Comissão de Comunicação, na Câmara, para tratar do lacra mentor da Rádio Jornal Meia Pont.
    Foi nessa audiência pública que nasceu a ideia de se fazer rádios de baixa potência, que viriam a ser as rádios comunitárias. O projeto de lei foi aprovado e ei-las espalhadas Brasil afora.
    Laurez Cerqueira
    Escritor e jornalista
    www.laurezcerqueira.com.br

    www.oscartunista.com.br

    ResponderExcluir
  4. É preciso se fazer justiça ao cartunista Oscar, do coletovo Radio Livre, que foi quem levou o primeiro equipamento de transmissão pirata para a cidade de Pirenópolis, chamada Rádio Jornal Meia Ponte. Eu era do coletivo e estive ao lado dele nessa luta.
    Quando a rádio foi lacrada pelo antigo Dentes, do Ministério das Comunicações, depois de uma denúncia de um prefeito do DEM, que não me lembro o nome, eu trabalhava na Câmara dos Deputados e conseguimos realizar um audiência pública na Comissão de Comunicação, na Câmara, para tratar do lacra mentor da Rádio Jornal Meia Pont.
    Foi nessa audiência pública que nasceu a ideia de se fazer rádios de baixa potência, que viriam a ser as rádios comunitárias. O projeto de lei foi aprovado e ei-las espalhadas Brasil afora.
    Laurez Cerqueira
    Escritor e jornalista
    www.laurezcerqueira.com.br

    www.oscartunista.com.br

    ResponderExcluir

Minhas leitoras e meus leitores, ao comentarem as postagens, por favor assinem. Isso é importante para mim. Se não tiver conta no Google, selecione Nome/URL (que está acima de Anônimo), escreva seu nome e clique em "continuar".

Todas as postagens passarão por minha avaliação, antes de serem publicadas.

Obrigado pela visita a este blog e volte sempre.

Adriano Curado