quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Rampa ou degraus?




     A perigosa rampa que hoje existe na calçada do casarão da esquina do Largo da Matriz com a rua Direita, que tanto susto prega nos transeuntes quando chove, já foi uma escadaria. Embora seja notório que degraus podem causar acidentes, vê-se na foto antiga que a inclinação da calçada era menor e provavelmente dava mais segurança a quem passava por ali.

     
     A rampa foi criada pela Prefeitura Municipal ainda na década de 1970 e posteriormente aumentado seu grau de inclinação para atender necessidades de cadeirantes.

     Qual seria a melhor opção para a segurança do local: rampa ou degraus?

Adriano César Curado

6 comentários:

  1. Se houver um jeito de preservar a acessibilidade, prefiro os degraus, que são mais seguros, pois no local não tem antiderrapante.

    ResponderExcluir
  2. Se for possível preservar a acessibilidade, prefiro os degraus, a rampa ali existente não tem antiderrapante e isso por si só é um perigo.

    ResponderExcluir
  3. É complicado,talvez ajudaria se permanecesse a rampa mas que neste parte mais inclinada, fosse algum calçamento anti-derrapante,quem sabe a pedra mesmo ,mas sem polimento.Mas o fato é que nem mesmo as rampas feitas no centro histórico resolve muito a questão dos cadeirantes visto que em vários pontos ela não existe.E há logo baixo na mesma rua do lado direito entre a calçada da igreja matriz e a pousada;onde as pedras foram removidas para obras e recolocadas de qualquer jeito; é quase impossível caminhar e do outro lado também de frente ao restaurante a rampa termina de frente um toco de pau e para no meio fio e não liga a calçada ate o outro lado onde tem obstaculo para acessar a calçada novamente,descendo menos que 50 metros já não teria mais acesso novamente a calçada é interrompida por um poste ,um toco de pau,degraus e ainda é tomada pela metade não cabe uma cadeira ali,em frente a galeria do casarão rosa Ou seja a justificativa para a rampa não é legitima ,não funciona.para servir de acessibilidade ao cadeirante o acesso deveria ser continuo ,sem interrupção.Enfim é critica a situação de acesso e os riscos de acidentes são sérios.

    ResponderExcluir
  4. José Pedro de Lima Sousa1 de março de 2013 07:54

    Rampa. Porque no caso de uma distração, o acidente em degraus seria maior.

    ResponderExcluir
  5. Rampa com uma inclinação maior, porque assim determina a ABNT (NBR9050), mas deve-se chanfrar a pedra para evitar deslizes

    ResponderExcluir

Minhas leitoras e meus leitores, ao comentarem as postagens, por favor assinem. Isso é importante para mim. Se não tiver conta no Google, selecione Nome/URL (que está acima de Anônimo), escreva seu nome e clique em "continuar".

Todas as postagens passarão por minha avaliação, antes de serem publicadas.

Obrigado pela visita a este blog e volte sempre.

Adriano Curado