quinta-feira, 20 de junho de 2013

Casa Branca


     Graças ao bom Deus e às minhas suadas economias, agora tenho uma casa só minha, toda de madeira pintada de branco e com uma varanda onde me jogo à tarde para compor meus versos. Na copa das árvores cantam passarinhos entusiasmados com a luz do dia e também com os farelos que espalho. Não há trânsito, nem vizinhança barulhenta, nem vendedores de objetos que não preciso para viver.

     Isso aqui é um sítio e um paraíso. Nem tão longe que precise viajar até a “civilização”, nem tão perto que os “odores” da cidade cheguem até mim.

     De manhãzinha, o sol se intromete entremeio às frestas da cortina e vem me confidenciar que o dia já se anuncia para as rosas do jardim. Logo o cheiro de café inunda a casa toda e o pensamento passeia pelos lugares da infância. Ainda dá tempo para dedilhar o violão e acrescentar mais alguns acordes na música que há meses componho. Sempre sobra tempo aqui em casa.

     E aos amigos, peço que se acheguem para uma visita, fiquem à vontade que a casa é de vocês. Não reparem na simplicidade, na pasmaceira da prosa, no sossego da gente. É que a única lei que vigora por aqui proíbe ter pressa.


Adriano César Curado

8 comentários:

  1. Eu aceito o convite, sim. E ainda vou levar uma dúzia de sossego de presente. Adorei o post, criativo e belo. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Paulo Henrique Gonzaga20 de junho de 2013 13:05

    Diante de tantos protestos, tiros, brigas, manifestações por algo que nem sabe o quê, eu quero uma casa assim para me desligar de tudo. Perfeita essa postagem, Adriano. Meus parabéns.

    ResponderExcluir
  3. mas que sutileza de lugar, mas que beleza, que alegria!

    conversamos ano passado, eu pedi algumas informações sobre a cidade pois iria visitá-la em novembro. você, inclusive, me disse para ir até a casa de sua mãe buscar um livro seu! não fui à cidade naquela ocasião, mas irei agora dia 9 de Julho, e não me esqueci do presente!

    que casa bela! que a alegria e a paz reinem sempre, e que os versos sejam os mais ricos!

    ResponderExcluir
  4. Esse é o paraíso. Lindo texto.

    ResponderExcluir
  5. E eu que pensei que não existia o paraíso aqui no planeta terra. Aí está! Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Esta casa se tornou um sonho a ser alcançado por mim, com a casa quero a paz e a beleza de um lugar assim

    ResponderExcluir
  7. Esta casa existe mesmo ???de verdade ??? Desse jeitinho ??/Quem constroi ???

    ResponderExcluir
  8. Rosa, a postagem é uma peça de ficção. Mas obrigado pela visita e pelo comentário. Volte sempre.

    ResponderExcluir

Minhas leitoras e meus leitores, ao comentarem as postagens, por favor assinem. Isso é importante para mim. Se não tiver conta no Google, selecione Nome/URL (que está acima de Anônimo), escreva seu nome e clique em "continuar".

Todas as postagens passarão por minha avaliação, antes de serem publicadas.

Obrigado pela visita a este blog e volte sempre.

Adriano Curado