terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Consideração de final de ano

( I ) Neste ano de 2011 nossa Pirenópolis enfrentou muitos desafios. Venceu alguns, perdeu outros. E agora segue sua longa história de aventura pelos séculos.


( II ) Um dos grandes problemas que ainda não foi resolvido é o som automotivo. No 12º Canto da Primavera, enquanto artistas de renome se apresentavam no Teatro de Pirenópolis, carros com sons potentes perturbavam, disparavam alarme dos veículos estacionados, interrompiam músicos. As missas são incomodadas pelo problema, os casarões sofrem com as vibrações acústicas. Mas ainda assim não apareceu quem resolvesse o problema.


( III ) O pirenopolino espera ansioso pelo andamento das obras do Salão Paroquial e Praça Central, que enquanto não termina enfeia o Centro Histórico. Desagradável também é a imagem de um fusca abandonado no Beco do Mamedes, com acúmulo de água das chuvas e perigo de dengue.


( IV ) Deixaram a antiga sede da Prefeitura Municipal estragar tanto, que o prédio teve de ser demolido e, no seu lugar, levantada uma réplica. Pelo menos o lugar terá uma finalidade social, servirá de escola de música para crianças.


( V ) Neste 2011, também os casarões históricos sofreram com reformas mal executadas e sem fiscalização competente, num jogo perigoso de faz-de-conta. A moda é demolir todo o prédio e preservar apenas a fachada, num desastroso resultado para a história goiana. Pirenópolis corre o risco de se tornar cidade-cenário.


( VI ) Na Festa do Divino de 2011, uma sentença judicial impôs a numeração dos Mascarados e quase comprometeu toda a tradição. Isso porque o ato não foi precedido de uma campanha, quiseram impor um pacote fechado e sem discussão. O Tribunal de Justiça de Goiás reverteu a situação.


( VII ) Os caminhões continuam em trânsito dentro do Centro Histórico. Os tocos de contenção são de faz-de-conta, não conseguem impedir que esses veículos pesados atrapalhem o trânsito nas vielas históricas, abalem a estrutura dos casarões e até destruam as candeias.


( VIII ) Mas independente do Poder Público, Pirenópolis persiste. Há a esperança de que em 2012 dias melhores clareiam o futuro de nossa querida cidade. Implantação de lazer saudável para a juventude, melhor infraestrutura para o turismo, votação do Plano Diretor, restauração em vez de demolição e reconstrução.

Adriano César Curado






 






 
 

 


14 comentários:

  1. Maria Fernanda de Sousa27 de dezembro de 2011 18:17

    Na minha opinião, se a cidade não tivesse Poder Público atrapalhando, conseguiria se desenvolver muito mais, pois sua população é capaz de subsistir por si só, como sempre fez.

    Parabéns pelo seu blog singular e pelas postagens ótimas que sempre publica.

    ResponderExcluir
  2. Eduardo Dehira de Sá27 de dezembro de 2011 19:49

    Excelente!!!!

    ResponderExcluir
  3. Escritor Adriano Curado, quero lhe dar meus parabéns pelo excelente blog que você alimenta constantemente e que muito conta da nossa querida Pirenópolis. Você é imparcial nos textos e aborda sempre temas interessantíssimos e com uma roupagem poética.

    Continue com esse singular veículo de comunicação e formação de opnião.

    Feliz ano novo para você e sua família.

    ResponderExcluir
  4. Sandra Moraes da Cunha27 de dezembro de 2011 21:52

    É terrível morar numa cidade histórica onde o governo faz quase nada pela população. É tanto buraco no asfalto, tanto lixo nas ruas, tanto mato nas calçadas, que dá até nojo.

    Ainda tem muito que melhorar nossa Pirenópolis. Mas vc contribui para acelerar o processo de evolução urbana no município.

    ResponderExcluir
  5. Que legal! Excelente trabalho, parabéns! Infelizmente perdi a chance de conhecer a cidade esse ano, mas o farei no ano que vem, certamente vou adorar!

    ResponderExcluir
  6. Seu texto é simplemente maravilhoso, descreve Pirenópolis como ela é.

    Meus parabéns e um ano novo repleto de boas realizações.

    ResponderExcluir
  7. Eu gostei bastante da decoração de Natal de Pirenópolis, achei que a prefeitura foi de muito bom gosto.

    Mas não basta apenas enfeitar a cidade. É preciso resolver os seus problemas pontuais e também coordenar ações para cuidar dos que aparecerão no futuro.

    O banimento de vez do som automotivo, creio eu, deverá ser o maior desafio desse próximo 2012. Fui ao Canto da Primavera e fiquei irritada com esses carros que passam e por maldade disparam o alarme dos que estão estacionados.

    Cadê a PM que não apreende esses carros? Aliás, a cidade está precisando também de mais efetividade no trabalho policial.

    ResponderExcluir
  8. Concordo que o som automotivo é uma dos desafios que Pirenópolis perdeu neste 2011.

    A polícia não deixa que os carros parem, mas permite que eles circulem com altofalantes na potência máxima, o que é a mesma coisa.

    Espero que em 2012 esse problema seja de vez banido de Pirenópolis.

    ResponderExcluir
  9. De acordo com todo mundo que reclama desses carros com som automotivo. Eu nem tenho ido mais a Pirenópolis por causa desses motoristas desgraçados.

    ResponderExcluir
  10. Eu amo essa cidade, apesar dos tantos problemas que falaram aí em cima. Acho Piri bela e culta.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pelo blog e pelo belo texto. Concordo com você, amo essa cidade, mas ainda temos muitos desafios para dar melhor qualidade de vida ao povo pirenopolino. Quero manifestar minha opinião em relação ao som automotivo, concordo que algumas atitudes já foram tomadas, como proibir que os carros parem com o som, mas quero destacar que isso vem acontecendo apenas durante o dia, a noite e principalmente nas madrugadas, vários carros com sons extrapolantes ficam parados na praça central sem qualquer respeito as pessoas que ali moram...sem contar os carros que ficam andando em circulos pelo centro histórico apenas para disparar os alarmes dos carros estacionados. Já que os proprietários desses veículos não tem um mínimo de noção do que é viver em comunidade ou respeitar o próximo, cabe a autoridade policial local fazer cumprir a lei e multar esses carros.Wanessa.

    ResponderExcluir
  12. Claudinei Silvério de Alencar29 de dezembro de 2011 19:58

    Já que o grande assunto neste final de ano é o som automotivo, quero também manifestar minha opinião.

    Para mim, isso é um grande desrespeito ao ser humano, ninguém é obrigado a ouvir o que os outros tocam.

    Vivemos numa democracia e o direito de um termina onde começa o do outro.

    No mais, parabéns pelo seu blog, que é das melhores fontes de pesquisa atualmente na Net, sobre a Cidade de Pirenópolis.

    Até o ano que vem, se Deus assim o permitir.

    ResponderExcluir
  13. Parabéns, meu querido confrade! O blog está ótimo, as informações sáo muito valiosas. Espero que as pessoas da nossa Pirenópolis conscientizem-se e adotem atitudes em defesa da dignidade histórica e do futuro que nos é reservado.
    Um grande abraço e muitas alegrias e realizaçoes em 2012, para você e Thaís!

    ResponderExcluir

Minhas leitoras e meus leitores, ao comentarem as postagens, por favor assinem. Isso é importante para mim. Se não tiver conta no Google, selecione Nome/URL (que está acima de Anônimo), escreva seu nome e clique em "continuar".

Todas as postagens passarão por minha avaliação, antes de serem publicadas.

Obrigado pela visita a este blog e volte sempre.

Adriano Curado