segunda-feira, 18 de julho de 2011

... e tomba o Salão Paroquial


     Já vai adiantada a demolição do Salão Paroquial. Praticamente quase todo os prédio já foi ao chão. E o blog Cidade de Pirenópolis faz o registro fotográfico para você, caro internauta leitor.
 
     Trata-se da primeira etapa da obra de restauração do Largo da Matriz, e em seguida virão a demolição da Praça Central e a limpeza do local. Só mais tarde é que irão construir o novo espaço paroquial e também arborizar o lugar.

     Os moradores da vizinhança é que sofrem com a poeira medonha da demolição, e alguns tentam amenizar o transtorno com água nas calçadas.












6 comentários:

  1. Muitooo rs.. Creio que me deu algo quando passei la, como disse em uma postagem antiga... eu cresci naquela praça

    ResponderExcluir
  2. Já vai tarde!...

    A cidade merece, por sua história e seu patrimônio arquitetônico, o respeito que agora se restaura!

    ResponderExcluir
  3. Vânia Lúcia de Assis25 de julho de 2011 17:34

    Foi um erro mesmo construir esse prédio no Centro Histórico de Pirenópolis. Mas agora a revitalização traz de volta o velho largo e com ele a beleza do fundo da Matriz.

    ResponderExcluir
  4. Sou contra a demolição mas já que concluíram esta etapa, deveriam demolir o resto da praça, inclusive o correio,e não reconstruírem naquele local e reconstruir o chafariz que ali existia até meados do século XIX (no museu da Família Pompeu encontra-se o esboço desse chafariz, a partir dai daria para reconstruí-lo). Reconstruir os a parte artística da Matriz (altares, mobiliaria, forro, arco-cruzeiro e estatuaria) e Demolir a praça do coreto e reconstruir a Igreja do Rosário dos Pretos. Assim sim reconstruiriam um pouco da História da nossa cidade. Fica ai uma ideia!

    ResponderExcluir
  5. É frustrante não ter o Largo da Matriz inteiro.Se o salão, que tantas vezes foi útil à cidade, para teatro, bailes, cursos... devia, obviamete, ser demolido, também o prédio dos Correios deveria ser posto ao chão. É da mesma época, é uma ivasão ao Largo e é igualmete horroroso como o galpão da Paróquia. Foi dada a sugestão de costruir as novas depedêcias da Pároquia no lugar da horreda Casa Paroquial, mas com desaterro, on mesmo nível da igreja. Desse modo, a partir do Largo só se veria o telhado de tal costrução, podendo ela ter um subsolo e até mais um ou dois andares acima do nível da igreja.E isso com a vantagem de a paróquia ter um pátio reservado atrás da igreja para suas festas e outras atividades, e se evitar que aquele lugar cotinue sedo motel ou banheiro público. Mas, quem sugeriu (eu mesmo!) não sabe a liguagem de libras ou Braille. Conforme a decisão, longamete negociada (nas cúpulas, claro)tem-se a sensação de estarem reeditan (de modo melohorado, claro) a mesma solução do passado, isto é, um problema pro futuro. A governaça de Pirenópolis jamais deveria abrir mão do Largo da Matriz iteiro! Ou, quem sabe teremos o "Estreito da Matriz", como aconteceu com o Largo do Rosário?

    ResponderExcluir
  6. Eu concordo plenamente com as postagens anônimas acima. Realmente, já que começaram essa etapa, em tese, de volta ao passado em Pirenópolis, então deveriam fazer a coisa inteira.

    Por que não tiram o prédio dos Correios do largo? Por que não desistem de construir outro salão paroquial no local? Por que não trazem de volta a Igreja do Rosário ou os altares da Matriz? Já que é para reestruturar, então vamos fazer bem feito.

    Mas aí vem a influência política, os acordos na surdina, o toma lá dá cá! Será que as pousadas no entorno querem mesmo a igreja do Rosário de volta, tampando o visual local?

    E que dizer da Igreja, que não vai abrir mão totalmente do largo da Matriz? Poderiam edificar essa casa paroquial lá no terreno na nova sede que construirão em frente à rodoviária, tem espaço de sobra, mas bateram o pé e querem ficar ao lado da Matriz. Por quê?!

    Já que é para mexer com tudo e com todos, então vamos obrigar os proprietários dos casarões históricos a conservá-los, e aqueles que destruíram bens tombados, a refazerem conforme o original. Ah!, mas aí têm os eleitores de fulano ou beltrano! Paciência!

    ResponderExcluir

Minhas leitoras e meus leitores, ao comentarem as postagens, por favor assinem. Isso é importante para mim. Se não tiver conta no Google, selecione Nome/URL (que está acima de Anônimo), escreva seu nome e clique em "continuar".

Todas as postagens passarão por minha avaliação, antes de serem publicadas.

Obrigado pela visita a este blog e volte sempre.

Adriano Curado